Dores de Crescimento…

Home  |  Desenvolvimento pessoal   |  Dores de Crescimento…

Dores de Crescimento…

 

Crescer dói… Era muito jovem quando ouvi esta frase pela primeira vez… Não tenho a certeza de naquela altura ter percebido a imensidão do seu alcance…

Um professor da universidade, com o qual mais tarde trabalhei, disse-ma umas quantas vezes: Raquel, crescer dói… Confesso que naquela altura, o meu entendimento sobre as dores de crescimento era muito reduzido. Embora já tivesse sentido algumas, que se poderiam enquadrar nessa categoria, ainda percebia muito pouco da vida para entender o que significavam.

Hoje acordei a pensar nessa frase… Naquilo que ultimamente tenho vivido, assistido e sobretudo sentido… A sensação de uma metamorfose catártica, que mais do que transformação me dará um novo coração. Há muito que sinto esse novo coração, há muito que trabalho para que ele tenha um corpo são para habitar e há muito que depuro a mente que tem como missão acolhe-lo…

O que sinto no corpo não se assemelha, de todo, à bonita transformação da lagarta em borboleta… O que sinto é bem mais intenso… Foi necessário despir todo o meu corpo da camada de pedra que cobria as suas verdadeiras formas… Foi necessário muito tempo, força de vontade e persistência… e muita fé para nunca desistir, pois eu sempre senti o que estava a ser gerado lá dentro…

Foi também necessário muito trabalho mental, limpar a minha mente de tudo que a corrompeu e conspurcou durante anos. Vícios de raciocínio…, crenças que me limitavam…, gostos que não eram meus…, vontades que na verdade não tinha… Foi necessário livrar a minha mente daquilo que ela acreditava que eu era, libertá-la da minha própria personalidade! A batalha aqui foi intensa pois a mente que me devia servir, digladiava-se com aquela outra mente que estava ao serviço da minha personalidade… Felizmente a minha personalidade era mais fraca do que eu.

Hoje neste período altamente transformador percebo que esses tempos já quase passaram, sinto um novo coração a bater… já me sinto…

Foram necessários anos… foram necessárias muitas experiências… e muitas pessoas para que todo este processo de limpeza, catarse e transformação acontecesse.

Neste momento, há outra transformação a ocorrer… Também traz dores, algumas bem intensas, mas são diferentes… Estas não são dores de purga, mas sim de parto. Estas já não são catárticas mas sim geradoras e darão à luz esse novo coração cuja bater já sinto há muito…

E estas dores são despertadas por novas pessoas muito diferentes das de outrora… Estes novos seres são uma ajuda que sabe bem… São pessoas que, regularmente, surgem  no nosso caminho com o propósito de nos ajudarem a ver esse novo ser que estamos a trazer para a Luz…

Na verdade, embora intensas, estas dores são mais fáceis de suportar pois anunciam uma Boa Nova… materializam na carne a fé que sempre me moveu, a visão que sempre tive e tudo aquilo que no meu coração sempre senti…

Estas dores não são de crescimento mas sim as do meu parto, são as dores do meu caminho até mim…

 

 

 

[author id=”” class=”” style=””]

[line id=”” class=”” style=””]

PREV

Família, uma carta com Amor...

NEXT

Aventurar-se no Amor

WRITTEN BY:

LEAVE A COMMENT