O Amor existe?

porAna Raquel Velosoem Desenvolvimento pessoal, Em Destaque, Emoções e Relações, Histórias Deixe um comentário

Recentemente, durante um almoço com uma amiga, numa conversa descontraída, ela fez-me a seguinte pergunta: “O Amor existe?” O texto que se segue é a reprodução (mais ou menos fiel) das minhas respostas e da conversa que que tivemos:

– O Amor existe?
– Claro que sim!
– Como é que sabes?
– Porque o sinto.
– Como?
– Diariamente, em tudo o que faço.
– Então, será que o Amor não é uma experiência subjetiva?
– Sem dúvida que sim. Mas, também o Sol o é! Como saberemos se todos vemos o Sol da mesma forma? Sentiremos o seu calor de forma igual? E a intensidade da sua luz? No entanto, nos dias de nevoeiro, ou em longos períodos de chuva, ninguém duvida da sua existência pois sabemos que está lá. Mesmo que tenhamos que esperar para o ver, sentimos a sua existência e dela nunca duvidamos.
– …

Da mesma forma que não há vida na Terra sem Sol, não há Vida sem Amor. E tal como o Sol quando brilha, o Amor também é para todos, mesmo para os céticos e incrédulos.  😉

 

 

Author Image

Ana Raquel Veloso

Licenciada em Ciências da Comunicação, Pratictioner em Programação Neurolinguística e Pós-Graduada em Neuropsicologia Clínica.


Ana Raquel VelosoO Amor existe?
Author Image

Ana Raquel Veloso

Licenciada em Ciências da Comunicação, Pratictioner em Programação Neurolinguística e Pós-Graduada em Neuropsicologia Clínica.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO